CLIENTES

TESTEMUNHOS

Proposta interessante e pioneira! Diferente, por exemplo, de alguns brokers que são meros palpiteiros. Sucesso!"

 

 ​Wesly Fugii - Florianópolis/SC




Ótima ideia, pois sabemos que com os devidos cuidados, podemos minimizar drasticamente os problemas futuros. Boa sorte nessa nova empreitada que será uma excelente oportunidade tanto para você quanto para os compradores.
Abraços.”


Mayko Rei - Itacuruçá/RJ





"Norberto, ótima iniciativa, pois esse mercado náutico esta andando sem rumo. Certamente você tem bagagem de sobra para auxiliar nossos colegas que estão sendo lesados pelos estaleiros.

Parabens.”

Itajaí - Guarujá/SP





Norberto, parabéns pela iniciativa e sucesso nessa empreitada. Mercado para você com certeza não falta, é só vermos a quantidade de clientes insatisfeitos após a compra de um barco."


M. Ferrari - Rio de Janeiro/RJ





"Norberto, boa iniciativa, você tem experiência e bagagem pra isso. Se você me permite um conselho (grátis...), concentre-se no aspecto legal da atividade náutica, como a compra de embarcações ainda a serem construídas  embarcações usadas (as garantias a serem dadas, inspeção em embarcações e etc.) e suporte legal para a aquisição de embarcações novas para pronta entrega.
No meu ponto de vista, o aspecto legal é o que está mais neglicenciado nas compras de embarcações e você, como advogado e velejador. poderá prestar um serviço inestimável nesse particular."


Manelão - Curitiba/PR





"Aviso aos estaleiros enrolados, maus profissionais que prometem e não cumprem, não entregam, fazem barcos que pegam fogo, barcos faltando pedaço, veleiros que não ficam prontos NUNCA, fabricantes de motores que não funcionam com nossa gasolina e todos picaretas do meio náutico e afins, CUIDADO!!! O NORBY TROVÃO vem aí, a chapa vai ferver..."

​Luíz Afonso - Juiz de Fora/MG



"Parabéns pela iniciativa Norberto, eu sou da opinião que é melhor pagar um pouco a mais pelos serviços de pessoas que entendem do assunto (profissionais qualificados), do que querer economizar, fazer tudo por conta e no final, gastar ainda mais pra consertar o que foi feito de errado (o barato sai caro).
Eu nunca comprei uma embarcação nova, mas pelo que vejo pelo fórum  os maiores problemas dos estaleiros são: respeitar o prazo pré-estabelecido e cumprir com obrigações de acabamentos e acessórios.
Acredito que com uma assessoria jurídica, tudo fica mais seguro e claro, sem contar na possibilidade de haver uma análise do contrato entre as partes, o qual poderá ser modificado de forma que fique isonômico. Interessante incluir nos Termos as famosas cláusulas penais, e o principal de tudo, fazer valer quando desrespeitadas. 
Mais uma vez parabéns pela iniciativa, a qual agrega conhecimento jurídico com a prática no mundo náutico. Acredito que esta combinação tem tudo pra dar certo. 
Abraço!"


Rafael Stelle - Pontal do Paraná/PR





"Norby Trovão, amigo, o mercado Náutico precisa muito de um serviço como esse!!! Os estaleiros mais sensatos e honestos certamente irão apoiar esse tipo de trabalho, e obviamente concordar com alguns termos e forma de trabalho que protege os clientes e os próprios estaleiros. Mas infelizmente o mercado está "recheado" de picaretas então com certeza terão alguns estaleiros que vão recusar esse tipo de abordagem, mas já vai servir de "alerta" para o seu cliente saber exatamente quais os interesses de cada estaleiro.

 

Enfim, uma pena que seus serviços não estavam disponíveis no início de 2011, com certeza minha vida teria sido muito mais fácil e tranquila se tivesse recorrido a esses serviços no início de tudo.
BOA SORTE! Abraços! "
 "Entendo que esse tipo de Assessoria NÃO encarece a compra do barco; do contrário, acaba ficando bem mais barato... um dos serviços elementares é a consultoria na DEFINIÇÃO DOS REQUISITOS do novo barco, ou seja, "o que comprar".    
Pode tirar o futuro (ou já experiente) Navegador de uma grande enrascada... aquelas compras de "elefantes brancos". E também compra de "coisas desnecessárias" como aquele monte de acessório que pode não servir pra nada... 
Enfim, cabe ressaltar também que, a assessoria do Norby pelo que entendi funciona também como um "BROKER", nesse caso o "custo" da assessoria pode chegar a ser ZERO por que quando você compra um barco na maioria das vezes já paga (as vezes sem saber) a comissão do "vendedor" (broker) que na grande maioria das vezes não te presta nenhum serviço (você como comprador) e sim presta serviço para o "estaleiro". Ao meu ver o que o NORBY propõe é uma forma de trabalho mais transparente e útil para o comprador!!!


Antonio Fernando Braite Previdi - São Paulo-SP





"PARABÉNS pela iniciativa Norberto. 
O mercado Náutico realmente precisa desse tipo de profissional auxiliando o comprador, principalmente no caso de Barcos, em que o desejo nasce do sonho, e sempre o sonho nos leva a fazer coisas que podemos nos arrepender. 
Eu entendo que uma boa fatia de mercado está também na Assessoria de compra de barcos usados, pois esses também tem muitos problemas, que também são desconhecidos por nós sonhadores marítimos. 
A compra do Barco Novo tem seus contratempos e a de Barco usado também tem contratempos, mais fáceis de solucionar, mas para quem conhece o caminho das pedras. 

Inclusive Assessoria de Seguros, no exterior se você comprar um barco sem Assessoria de um Surveyor, você não consegue fazer o seguro. 

Seu trabalho, entendo, seria uma soma de Broker+Surveyor+ Jurídico: o comprador estaria sem a dor de cabeça exatamente nos pormenores que nunca fazem parte do sonho, e precisam de uma visão mais fria. A remuneração esta sempre incluída no valor final, seja do vendedor, como no sossego do comprador.....Sucesso!!!"


Wanderley - São Paulo-SP





"O mercado náutico esta carente demais de um serviço funcional de assessoria... E vendo sua atitude em apontar um serviço para esse segmento, vejo que ainda há esperança de algo bom começar acontecer. Desde já, desejo que seu empenho seja reconhecido e valorizado." 


Marcos Zenas - Guarujá-SP